Disposição de produtos em farmácia: 12 dicas para aumentar o faturamento

Se aumentar os lucros através da disposição de produtos em farmácia é uma novidade para você, é melhor tomar nota!

Nós sempre frisamos como um layout de farmácia bem-estruturado é capaz de aumentar o ticket médio e o faturamento de uma loja física. Aliás, se o layout do checkout da sua farmácia também estiver planejado, até as compras por impulso podem acabar subindo.

Por isso, hoje selecionamos 12 dicas que vão te ajudar a entender como fazer uma boa disposição de produtos em farmácia

Acompanhe a leitura e saiba também como a exposição de produtos pode aumentar ou diminuir o espaço disponível do seu ponto de venda. 

Mas antes, baixe o nosso modelo inteligente de circulação de clientes em farmácias. Com ele, você vai entender como aproveitar melhor o espaço para exposição dos seus produtos. 

Preencha o formulário abaixo e receba-o no seu e-mail antes de terminar de ler este artigo!

 

Como aumentar as vendas com a disposição de produtos em farmácia?

Abaixo, você confere nossas dicas de como fazer uma melhor exposição/disposição de produtos para aumentar o ticket médio e o faturamento do seu negócio. Começamos por aquela dica que mexe na estrutura física da sua farmácia ou drogaria:

1. Tenha um bom layout na sua farmácia 

O layout da farmácia é importantíssimo quando pensamos os modelos de farmácias disponíveis e qual deles queremos usar no nosso negócio.

A questão aqui é que não há um layout ou modelo de farmácia que esteja certo para todas as farmácias. Tudo depende do que você oferta aos seus clientes. Mas, ao mesmo tempo, podemos dizer que existe um layout que pode se adequar a qualquer ponto comercial farmacêutico.

No formulário anterior, você baixou um modelo de circulação de clientes que mostra como os seus clientes devem circular na sua farmácia. E, se você é novo no ramo, pode estar pensando:

Mas a forma como meus clientes andam na minha farmácia altera as minhas vendas?

Sim! O caminho que eles precisam fazer dentro da sua farmácia pode aumentar as vendas por impulso, aumentar as vendas de itens de conveniência ou até mesmo de medicamentos isentos de prescrição médica (os MIP ou OTC). 

Por isso, essa primeira dica pode ser bem-aproveitada se você baixar nosso modelo inteligente de circulação de clientes no formulário acima!

2. Cuide do mobiliário da sua farmácia

Mobiliários mal-cuidados, desgastados, sujos ou empoeirados não causam uma boa impressão nos seus clientes. E a disposição de produtos em farmácia não tem relação apenas com como eles estão expostos, mas, também, com as condições em que estão expostos

Por isso, estar atento aos seus mobiliários é muito importante. Avalie se eles têm uma boa relação com o modelo da sua farmácia. Se a sua farmácia é moderna, será que móveis de metal são as melhores opções?

Nem sempre é possível iniciar uma nova farmácia ou drogaria com os móveis mais modernos, e isso não é um problema!

Mas quando o seu negócio começa a dar lucros e a ter um fluxo de caixa positivo, vale a pena discutir com seu financeiro quais melhorias poderiam ser realizadas para atrair mais clientes ao seu estabelecimento

Para saber mais sobre como os móveis podem influenciar nas suas vendas, acesse esses artigos: 

► Móveis para farmácia: escolha o material certo e fature mais

► Aumente seu faturamento com prateleiras de vidro para farmácias

3. Setorize sua farmácia

A setorização adequada da sua farmácia faz parte do nosso modelo inteligente de circulação de clientes. 

Você pode setorizá-la em:

  • medicamentos com prescrição médica;
  • medicamentos isentos de prescrição médica;
  • perfumaria (cosméticos, itens de higiene, infantil, perfumes; correlatos etc.);
  • conveniência;
  • checkout;
  • e caixas.

Dividimos “checkout” e “caixas” porque, dependendo da organização da sua farmácia, é possível organizar um checkout que induza a compra por impulso para aumentar o seu ticket médio

Para saber mais sobre como induzir essas compras, clique no botão abaixo: 

botão com link para o artigo checkout de farmácia
 

4. Sinalize seus setores

Esta dica complementa a anterior.

Não tem nada pior para um cliente do que ficar rodando pela farmácia sem conseguir encontrar os produtos que está procurando, não é mesmo!?

Por isso, utilizar placas de sinalização pode facilitar e melhorar muito a experiência dos seus clientes. Não é necessário colocar placas para sinalizar cada tipo de produto ou medicamento, basta sinalizar o setor e os itens mais procurados para aumentar o seu faturamento.

No setor de perfumaria da sua farmácia, por exemplo, é possível utilizar placas para sinalizar onde ficam os protetores solares e os cosméticos. Já no setor de MIP ou OTC, pode-se pôr placas que sinalizem onde estão os medicamentos para dores ou gripes e resfriados. 

Não é necessário encher a farmácia de placas, mas sim sinalizar os produtos mais buscados e, talvez, as áreas de itens em promoção.

5. Coloque produtos em promoção nas pontas de gôndolas

As pontas de gôndolas são excelentes para colocar aqueles produtos que estão em promoção ou que precisam de uma maior divulgação. 

Se você tem produtos de perfumaria que estão parados no estoque, as pontas de gôndola são uma das melhores opções para aumentar o giro deles. 

Vale ressaltar aqui que as pontas de gôndola não são os melhores lugares para exibir aqueles produtos que você precisa obrigatoriamente vender. 

Quando você tem produtos há muito tempo parados e que podem acabar sendo jogados fora em breve, opte por colocá-los em destaque no checkout ou no caixa. Assim, os atendentes ou balconistas da sua farmácia podem oferecer/induzir essa compra aos seus clientes. 

Você também pode se interessar por: ► Ações Promocionais em Farmácias e Drogarias para Vender Mais! 

6. Separe seus produtos por categorias

Se os produtos da farmácia estiverem setorizados por categorias, fica muito mais fácil para os clientes encontrarem aquilo que procuram e comprarem outros itens que nem estavam buscando. 

Tudo que é correlato deveria estar próximo. Veja este exemplo:

Numa gôndula de MIP/OTC você pode expôr todos os medicamentos isentos de prescrição médica que tratem dores de cabeça, dores no corpo, gripes, resfriados, etc. 

Todas essas enfermidades têm sintomas em comum e podem/devem ter seus medicamentos setorizados em conjunto. 

Assim, quando um cliente estiver buscando um medicamento para dor de cabeça (um MIP, nesse caso) ele pode acabar já comprando um MIP para resfriados. Se um dos sintomas do resfriado é a dor de cabeça que ele já tem no momento, a chance de ele se prevenir disso, num resfriado futuro, comprando outro MIP é muito maior se eles estiverem próximos na gôndola. 

Isso funciona como se a organização da farmácia lembrasse os clientes daquilo que eles podem enfrentar e, facilmente, tratar. 

7. Defina a prioridade da disposição de produtos em farmácia

É muito comum encontrar atendentes e balconistas que não entendem muito bem como organizar a perfumaria da farmácia ou como expor os produtos na farmácia para aumentar o ticket médio

Pense conosco: se é verão e um dos produtos mais buscados é o protetor solar, onde ele deveria estar exposto na seção de perfumaria? No início ou no final?

Se você pensou que é no início, muito bem! Provavelmente você está pensando em como melhorar/facilitar a experiência dos seus clientes. 

Mas neste caso, o melhor é no final da seção. Quer saber por quê?

Se esse item é tão buscado, vale a pena fazer o cliente passar por toda a seção até encontrá-lo. Isso porque, nesse percurso, ele pode conhecer outros produtos e comprá-los para sanar uma necessidade que não tinha em mente naquele momento. 

O importante aqui é não dificultar a experiência do seu cliente. Sinalize seus produtos com mais giro, mas coloque outros correlatos no caminho para tentar aumentar o ticket da compra. 

Essa dica pode ser aplicada em qualquer setor da sua farmácia ou drogaria. Veja só:

Na seção infantil, o item mais buscado é a fralda descartável. Então, coloque elas por último e mostre todos os correlatos aos seus clientes. Se eles verem lenços umedecidos, talcos, chupetas e mamadeiras, a chance do ticket dessa compra aumentar é muito alta.

Na seção da melhor idade, também coloque as fraldas geriátricas ao final e, antes, exiba itens como medidores de glicemia, pressão arterial, vitaminas especiais para a terceira idade, bolsas de água quente/gelada, etc.

A correta/adequada disposição de produtos em farmácia é a chave para aumentar o seu faturamento. 

8. Organize os medicamentos por cores e tamanhos

Quando pensamos no que tem na farmácia, sem dúvida nenhuma, sabemos que os medicamentos são a grande maioria. Mas, na hora de pensar em como expor produtos em farmácia, parece que muitos estabelecimentos anulam os critérios de cor e tamanho.

Mas isso é um grave erro porque produtos com cores parecidas podem confundir os seus clientes. Um estudo publicado pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (INTERCOM), em 2019, revelou que, na hora da compra, o impacto causado aos clientes é melhor percebido através da visão.

São 83% de impacto causado através da visão, contra 17% que se dividem entre os outros 4 sentidos. Por isso, manter a visão dos seus clientes interessada é muito importante.

Quando nosso olhar fica confuso, tentamos fugir, e, se isso acontece com a disposição dos seus produtos, talvez seus clientes fujam da seção que lhes confunde. 

A imagem mostra prateleiras de farmácia com produtos organizados por cor e tamanho. critério importante para a disposição de produtos em farmácia.
 

Então opte por separar aqueles produtos ou medicamentos com cores muito semelhantes, ainda que isso seja feito através de apenas um outro produto entre eles. Se duas caixas de antigripais diferentes são vermelhas, separe-as com envelopes de antigripais ou correlatos com cores distintas. 

Ainda nessa dica, é importante olhar também se há muito diferença entre os tamanhos das embalagens. Colocar uma caixa com 20cm de altura perto de medicamentos que têm 5cm não é muito interessante. 

Nessas situações, é melhor colocar os itens maiores mais próximos ao final da gôndola e os menores no centro. Claro que sem separar os itens da mesma categoria. E, como nem sempre é possível fazer isso, opte por fazê-lo todas as vezes em que é.

Vale ressaltar que se o tamanho dos produtos é muito menor que o das prateleiras, você tem um desperdício de espaço. Então, opte por exibir seus produtos em prateleiras e gôndolas com tamanhos semelhantes. 

9. Itens mais caros ou mais lucrativos não ficam na entrada da farmácia

Aqueles itens que ficam mais próximos às saídas da sua farmácia ou drogaria são, também, os itens com maiores riscos de furto. 

Por isso, os itens mais caros ou mais lucrativos não devem estar localizados em posições que facilitem a sua perca. 

Além disso, os clientes tendem a caminhar alguns metros antes de diminuir a velocidade ao entrar num estabelecimento comercial

É assim: o cliente vem da rua com pressa, com o olhar reto e, ao entrar na sua farmácia, não olha tudo o que está ao seu redor logo na entrada. 

Então, mesmo que esses itens não tivessem risco de serem furtados, valeria a pena exibir itens caros que seriam menos visualizados? Não, né!? Se você vai apostar em ofertar produtos mais caros, deve apostar em colocá-los em posições estratégicas.

Por isso, a entrada da farmácia é um ótimo local para colocar os cestões de promoções. Assim, se o cliente não ver os cestões ao entrar, com certeza os verá ao sair. E voltar para comprar um item barato é mais fácil do que voltar para comprar algo caro. 

Ao mesmo tempo, com os caixas perto das saídas, os clientes têm a oportunidade de ver esses itens em promoção enquanto estão no checkout. E, o melhor é que se alguns desses itens forem furtados, a perca não é tão alta para o seu negócio. 

Você também pode se interessar por: ► 6 Ideias de Como Aumentar Vendas em Farmácia - Ações de Marketing! 

10. Exposição adicional

Existem aqueles produtos que são a grande necessidade de estação: protetor solar no verão, protetor labial no inverno, remédio para rinite na primavera etc.

Mas será que todos os clientes lembram deles diariamente? Se não lembram, você pode lembrá-los e aumentar o ticket das suas compras. 

O caixa é um excelente lugar para exibir esses produtos e ofertá-los na hora do checkout, pois seus clientes ganham uma nova chance de ver um produto com alto giro para a estação. 

Essa estratégia também é muito utilizada para aumentar as compras por impulso, já que os clientes veem esses produtos como “necessários para a estação” e os levam ainda que não os usem fielmente todos os dias. 

11. Farmácia não vende só medicamentos

Existem alguns itens de conveniência que podem ser vendidos em farmácia, mas isso não significa que eles devam estar expostos em qualquer lugar.

Quando falamos em itens de conveniência, automaticamente, estamos falando de compra por impulso. São aqueles produtos alimentícios que podem atiçar o paladar dos seus clientes ou itens como pilhas que podem lembrá-los de alguma necessidade e que seriam comprados em outro lugar. 

Para conhecer todos os itens de conveniência que podem ser vendidos em farmácias, preencha o formulário abaixo e receba-o no seu e-mail em menos de 1 minuto. 

 

12. REGRA DE OURO: acerte no ponto de pega

O ponto de pega é importantíssimo de você busca saber como organizar produtos em uma farmácia ou se quer descobrir a regra de ouro da disposição de produtos em farmácia!

O ponto de pega representa a altura certa para cada tipo de produto. Pode parecer estranho, mas pense conosco:

  • faz sentido balas, chicletes e chocolates da conveniência estarem numa altura onde crianças não conseguem vê-los? 
  • ou faz sentido itens muito procurados por adultos e mais caros estarem a 40cm do chão?
  • ou, ainda, faz sentido itens muito baratos estarem na altura dos olhos de um adulto?

O ponto de pega considera todas essas questões, pois tenta deixar os produtos na altura adequada para serem facilmente alcançados pelo público certo, ao mesmo tempo, que induz suas compras. 

Se um produto é destinado a crianças, opte por deixá-lo numa altura em que uma criança possa vê-lo e alcançá-lo.

Se é destinado a adultos, facilite sua visão e alcance também, mas aqui entra outro ponto na questão. Nem sempre é possível priorizar o ponto de pega, então, nesses casos, opte por deixar os produtos mais caros na altura dos olhos de um adulto: entre 1,60m e 1,70m. 

Assim, esses produtos terão mais destaques naturalmente, enquanto os mais baratos estarão mais abaixo e os clientes verão todas as prateleiras antes de alcançá-los. 

Conclusão

Com essas dicas para a exposição e disposição de produtos em farmácia, com certeza, você vai perceber um aumento no ticket médio das suas vendas e no faturamento mensal da sua farmácia ou drogaria. 

Lembre-se que todas elas precisam estar associadas com um bom modelo de layout e circulação de clientes. 

Então, para ter o nosso modelo inteligente de circulação de clientes em farmácias, clique na imagem abaixo. Depois, preencha o formulário e receba o modelo no seu e-mail. 

banner com link para baixar o modelo inteligente de circulação de clientes em farmácias
 

Você também pode se interessar por: ► Como Organizar uma Farmácia? Do PDV ao financeiro 


Hey! Você gostou deste conteúdo? Então compartilhe com seus amigos. Isso nos ajuda a continuar produzindo conteúdos de qualidade que melhoram o dia a dia da sua farmácia!

Sua farmácia continuará perdendo clientes
por não ter presença online?

Assista agora uma demonstração sem compromisso.
ASSISTIR DEMONSTRAÇÃO
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram