Modelos de Farmácia: Layout Para Um Negócio de Sucesso

Modelos de Farmácia: Layout Para Um Negócio de Sucesso

Os modelos de farmácia possuem uma enorme influencia sobre os atos dos consumidores e as vendas da loja.

Em primeiro lugar, geralmente, o público que frequenta este local não costuma estar muito feliz e busca um medicamento ou produto que o faça se sentir melhor. Portanto, trabalhar o layout da farmácia para que o cliente se sinta confortável, acolhido e atraído é uma tarefa que deve ser cumprida pelos gestores.

Com base nisso, neste artigo apresentamos os modelos de farmácia existentes e mostramos qual caminho você deve percorrer para ter um estabelecimento de sucesso, organizado e atraente, desenvolvendo um super layout para sua loja.

Boa leitura!

A Importância de um Layout Bem Estruturado

O layout da farmácia é essencial para montar um bom ponto de vendas e sua aplicação começa na comunicação externa da loja.

O primeiro símbolo mais marcante de um estabelecimento é a fachada, pois, nesse espaço ocorre o contato inicial do cliente com o estabelecimento (comunicação capaz de definir a maneira como os consumidores veem a loja e são impactados).

Indiferente aos modelos de farmácia, as fachadas dos PDVs devem ser bem desenvolvidas (apresentaremos abaixo como fazer isso).

Aliada a um layout atraente e estrategicamente organizado, o aumento do fluxo de clientes e, consequentemente, das vendas será mais do que certo!

Como Construir um Bom Layout Para a Farmácia?

Lembra da farmácia de sucesso que mencionamos aqui? Pois é! Ela inclui estrutura, mobília, disposição das categorias de produtos, medicamentos e muito mais!

Em outras palavras, queremos dizer que um bom layout de farmácia é crucial para o sucesso do estabelecimento e, claro, aplicado de maneira estratégica pode induzir o consumidor a percorrer a loja toda e comprar mais!

Mencionamos abaixo pontos que possuem ligação direta com o layout da farmácia. Definir e estruturá-los é essencial para potencializar os modelos de farmácia.

  • Comunicação externa da farmácia ou drogaria;
  • Mobiliário da farmácia ou drogaria;
  • Organização dos elementos na farmácia ou drogaria;
  • Circulação dos consumidores na farmácia ou drogaria.

E atenção! Os itens citados também possuem relação com a Estrutura Física de uma Drogaria. Lembre-se, acima de tudo, cada detalhe é indispensável para o seu negócio!

Comunicação Externa da Farmácia ou Drogaria

O layout começa com a comunicação externa da loja. A fachada e os adesivos da vitrine demonstram a identidade da marca e as principais estratégias da farmácia ou drogaria — ou seja, todo o cuidado nesse ponto é indispensável! Destinar atenção especial a padronização da marca é fundamental.

A identidade do estabelecimento, quando a loja é independente ou faz parte de uma rede ou associação, é muito importante para o reconhecimento da marca pelo consumidor.

Para o publicitário e artista digital, Renan Cavalheiro, contar com uma excelente identidade visual para a farmácia reflete no sucesso da marca: “Hoje em dia, mesmo no bairro, a fachada e marca de uma farmácia não podem estar desleixadas. O cliente tem opções e ignora cada vez mais negócios que descuidam do aspecto visual”, explica.

Para montar a identificação visual de sua farmácia, conte com publicidade, design gráfico, marketing e parceiros de confiança. Além disso estabeleça prazos para a montagem da loja.

Dica importante:

A comunicação externa deve estar aliada com a estratégia do estabelecimento. Logotipo, nome, cores, adesivos, entre outros, devem respeitar a visão, os valores, qualidades e o mais importante: os modelos de farmácia.

Mobiliário da Farmácia ou Drogaria

Internamente, o layout deve ser pensado para melhorar a experiência de compra do consumidor.

A disposição dos medicamentos e demais produtos, iluminação, organização dos móveis e a sinalização de cada item são capazes de influenciar na decisão de compra do cliente — muitas vezes, até mais que o preço!

Preparamos dicas que te ajudarão a escolher ou melhorar o mobiliário de sua farmácia/drogaria. Confira!

1. Opte por mobiliário específico para farmácia:

Muitos empresários acreditam que qualquer tipo de gôndola ou prateleira já é suficiente para expor os itens da farmácia. Errado!

Investir em mobiliário específico para farmácia promove o bom aproveitamento do espaço físico da loja. Além disso, permite posicionar os produtos da melhor maneira, facilitando a identificação das categorias.

2. Tenha um projeto estrutural do mobiliário da farmácia ou drogaria

O mobiliário deve ser visualmente agradável, atraente, prático (acima de tudo, tornando melhores as experiências de compra) e para tudo isso é necessário se enquadrar no espaço do ponto de vendas.

Com um projeto estrutural, é possível identificar as medidas corretas, repartições estratégicas e desenvolver móveis versáteis, que facilitam possíveis mudanças físicas no estabelecimento.

3. Atenção ao tipo do mobiliário da farmácia ou drogaria

O material do mobiliário da farmácia ou drogaria envolve o custo da estrutura interna da loja. Portanto, estude possibilidades!

Posteriormente, através de orçamentos cabíveis ao seu valor de investimento, opte por modelos que deixem o PDV com visual moderno e profissional.

Organização dos Elementos na Farmácia ou Drogaria

A disposição dos itens da farmácia faz muita diferença no resultado das vendas. Posicionar os itens corretamente é essencial para vender mais. Portanto:

  1. Exponha produtos para além do balcão;
  2. Separe categorias de medicamentos;
  3. Posicione promoções em locais visíveis;
  4. Aposte na boa localização dos produtos que asseguram um bom ticket médio à farmácia.

Além disso, aproveite as pontas de gôndola e os cestos para dar destaque a produtos estratégicos!

Acesse e confira mais detalhes sobre Como Organizar uma Farmácia, Do PDV ao Financeiro.

Circulação dos Consumidores na Farmácia ou Drogaria

A experiência do público merece atenção especial em todo e qualquer negócio comercial. Então, na farmácia, os móveis devem permitir que o cliente consiga circular facilmente pela loja. Além disso, o consumidor precisa encontrar com facilidade os produtos que busca na drogaria.

É interessante desenvolver uma lógica de distribuição das seções que faça o cliente andar por toda a loja ou, pelo menos, pela maior parte dela — com enfoque nas prateleiras principais e promocionais.

Você sabia que o layout e os modelos de farmácia também estão ligados ao faturamento da empresa?

Pois é! O fluxo e a circulação dos clientes dentro das farmácias podem ser previamente definidos e provocados através de um layout bem desenvolvido.

Pensando na circulação “inteligente” dos clientes dentro do PDV farmacêutico, preparamos um modelo de layout para você.

Esquema de circulação de clientes - Farmácias

Como Deve Ser o Layout para Farmácia ou Drogaria?

Como já comentamos aqui, o layout de uma farmácia pode ser desenvolvido, modificado e aperfeiçoado para facilitar e impulsionar as vendas.

Em outras palavras, para esclarecer, os objetivos maiores são: otimizar a distribuição do mobiliário e dos produtos dentro da farmácia ou drogaria, aumentar o conforto dos clientes no momento das compras e vender mais.

Para facilitar o entendimento do assunto, apresentamos a seguir, em resumo, dois tipos opostos de layout: Ideal x Inadequado.

Layout considerado ideal:

  1. A farmácia deve ser, de preferência, retangular. A proporção 3:2 entre os lados é bastante adequada, pois permite maior facilidade na hora de organizar os balcões (curtos para agilizar o atendimento) e gôndolas (de forma ordenada e respeitando o tráfego dos clientes).
  2. Quando a área utilizada segue a proporção 3:2, o mobiliário pode ser distribuído de forma a aproveitar melhor o espaço da loja e ainda garantir maior conforto aos clientes, com agradável visualização dos produtos, redução de aglomerações e menor dificuldade em transitar pela loja.
  3. As portas amplas também são facilitadoras quando o assunto é layout, pois, através delas, até mesmo pessoas que estão do lado de fora conseguem observar o interior da farmácia.
  4. No layout adequado, o espaço atrás do balcão ocupa pequena parte da área útil da farmácia (cerca de 20%). A maior parte (cerca de 80%) destina-se ao autosserviço – uma tendência de mercado bastante promissora.
  5. Para um layout ideal, o check-out deve localizar-se na frente da farmácia; e ao seu redor devem estar os produtos promocionais, estrategicamente distribuídos.

Layout considerado inadequado:

  1. Se as gôndolas dificultam o tráfego dos clientes devido à sua disposição confusa, o layout está inadequado.
  2. As gôndolas concentradas em uma pequena área, deixando espaço útil sem ocupação também é inadequado para o layout da farmácia.
  3. O espaço físico é um forte agravante para o layout da farmácia. Se não seguir uma boa proporção entre os lados (ter formato quadrado, por exemplo) compromete a qualidade estrutural.
  4. Balcão de atendimento longo torna o atendimento mais lento, pois, impede a fácil locomoção dos funcionários e torna o layout inadequado.
  5. O check-out deve estar situado na frente. Se localizar-se no fundo da farmácia compromete o layout.
  6. Portas estreitas impedem a fácil visualização da loja pelos pedestres e deixa o layout inadequado.

Modelos de Farmácia

Modelos de farmácia: Convencional

Modelos de Farmácia: Convencional

O modelo Convencional é voltado para um mix variado de produtos. Na farmácia que pratica esse modelo, é possível encontrar medicamentos de referência; similares, genéricos, produtos de higiene, perfumarias e correlatos.

O atendimento neste tipo de farmácia costuma ser mais personalizado para cada cliente, procurando sempre fidelizá-lo com prestação de pequenos serviços farmacêuticos que vão de aferição de pressão, massa corporal, aplicação de injetáveis, curativos e entrega a domicílio, até a abertura de crediário próprio.

Nesse modelo a farmácia pode atuar na manipulação de fórmulas e insumos.

Modelos de farmácia: Popular

Modelos de Farmácia: Popular

O Modelo Popular tem sido muito empregado nas grandes redes de varejo, pois possui baixo custo de montagem, manutenção e complexidade de gestão. Ele costuma dificultar os trabalhos das lojas farmacêuticas de bairro (que tem menor poder de negociação).

A principal estratégia desse modelo é a forte precificação. A farmácia que atua no modelo popular, foca totalmente no giro rápido dos medicamentos de baixo custo (genéricos e similares), portanto, por vezes deixa de oferecer variedade em correlatos e perfumaria. 

Esse tipo de farmácia não costuma realizar entregas a domicílio, nem oferecer pequenos serviços farmacêuticos ou manipulação.

Modelos de farmácia: Misto

Modelos de Farmácia: Misto

O modelo Misto, certamente, é o mais adotado pelas farmácias brasileiras.

Nesse tipo de negócio é oferecido ao consumidor um mix de produtos com medicamentos genéricos e similares mais populares, mas também certa variedade em produtos de higiene pessoal, perfumaria e correlatos.

Em farmácias ou drogarias que seguem o modelo misto, é possível encontrar medicamentos de referência, porém com um menor valor agregado.

No modelo Misto, são oferecidos pequenos serviços farmacêuticos e também entregas a domicílio. Pode haver ou não manipulação.

Modelos de farmácia: Drugstore

Modelos de Farmácia: Misto

A Drugstore é modelo que está sendo muito bem aceito pelos norte-americanos e tem ganhado espaço no mercado brasileiro.

Nesse modelo é possível encontrar praticamente de tudo na farmácia: bebidas; enlatados; alimentos em geral; utilidades domésticas; produtos de limpeza; entre outros.

Vale lembrar que há uma série de regras específicas para esses locais. Por exemplo: os ambientes onde são vendidos os medicamentos não devem ser os mesmos dos demais produtos.

O modelo Drugstore conquista muitos consumidores, pois supre a necessidade de praticidade e comodismo, principalmente nas grandes cidades. Para muitas pessoas é bastante vantajoso poder comprar seu medicamento de uso contínuo e ao mesmo tempo abastecer a dispensa de casa, sem que para isso tenha que ir em outro estabelecimento.

Mas, no entanto, há quem rejeite esse tipo de modelo. A justificativa da reprovação é que farmácias deveriam ser destinadas apenas à área da saúde. Ou seja, priorizando as necessidades do paciente e não promovendo o consumismo.

Modelos de farmácia: Online

Atualmente, os modelos de farmácia Online tem se destacado devido ao alto número de usuários na internet e a forte incidência do público neste meio.

Mais práticos, com custos reduzidos e promovendo conforto aos clientes, estes modelos de farmácia estão se consolidando em todo o mercado farmacêutico.

Para que você compreenda melhor, disponibilizamos abaixo cases de sucesso de farmácias que se enquadram no modelo online.

Os empreendedores que optam por esse modelo podem partir do meio físico para o online ou até mesmo atuar somente nas plataformas virtuais.

Indiferente da escolha, acima de tudo, é muito importante buscar uma plataforma de conceito, qualidade e que promova a boa gestão da farmácia ou drogaria para atuar no meio online. Como a Mypharma, Plataforma de Delivery Online para Farmácias e Drogarias. Além de sermos especialistas quando o assunto é: farmácia no meio virtual, trabalhamos constantemente para que nossos parceiros obtenham muito sucesso!

Clique aqui para saber mais sobre qual é a melhor plataforma de loja virtual!

Como Definir o Melhor Modelo de Farmácia para Meu Estabelecimento?

Se você é empresário, já atua no mercado farmacêutico e planeja investir em novos pontos de venda, ou até mesmo deseja adentrar ao ramo, antes de abrir sua farmácia deve ter em mente: 

  1. Qual público pretende atingir;
  2. Quais produtos irá vender;
  3. Com qual tipo, entre os modelos de farmácia, a estrutura física de sua loja mais combina;
  4. A região na qual tem ou abrirá seu negócio.

Posteriormente, com os resultados em mãos, o analise os modelos para farmácia e opte pela melhor categoria.

Confira também: Ideias Inovadoras para Farmácias – 4 Ideias Fora do Curva!

FECHAR