Marketing Digital para farmácias e drogarias

Marketing Digital para farmácias e drogarias
Marketing digital para farmácias

Para trabalhar o marketing digital para farmácias e o plano de marketing de uma farmácia, é necessário conhecer a área, mergulhar neste vasto mundo de oportunidades e utilizar ferramentas/comunicações eficazes ao seu favor.

Apresentamos neste artigo, algumas estratégias que você pode aplicar para promover o marketing dentro de sua farmácia e com isso atrair mais clientes.

Vamos lá?

Como começar o marketing digital para farmácias?

É importante e nós da MyPharma ressaltamos que marketing digital não é só ter uma página e alguns posts no Facebook/Instagram. Portanto, para usar a internet como ferramenta de negócios, é indispensável, em primeiro lugar, planejamento.

Para te ajudar nesse primeiro passo (planejamento), preparamos uma ficha básica do que é importante ter em mente antes de iniciar as atividades de marketing digital para farmácia.

Responda (ou busque a resposta) para:

  1. Quem é o seu público-alvo? – Sem essa informação você vai jogar muito dinheiro fora tentando atingir pessoas que não serão seus clientes efetivamente. Com todos os dados do seu público-alvo em mãos, é possível afunilar, e mais, o modelo ideal de consumidor. (Especifique bem, por exemplo: Débora, 22 anos, solteira, não tem filhos, busca por “x” medicamentos específicos e produtos de perfumaria).
  2. Qual é o diferencial do seu negócio? – Essa é uma resposta que precisa surgir de você e que se não existe, é necessário criar.
  3. Qual é o seu orçamento para investir em mídia? – Fazer marketing digital sem investir em mídia não gera resultados imediatos e a visibilidade que você, certamente, quer para o seu negócio. A internet é um veículo de comunicação como qualquer outro e é importante se programar com os investimentos.
  4. No que você é especialista? – Para se diferenciar em qualquer mercado, você precisa entregar algo de valor. Contudo, não falamos de dinheiro. Em outras palavras, isso quer dizer que sua farmácia, como especialista em “saúde”, por exemplo, vai se empenhar para dominar o assunto e transmitir conteúdo relevante para o seu público.

Marketing digital para farmácias na internet

Para partirmos do básico, é necessário que sua farmácia esteja “cadastrada” no Google e tenha presença nas Redes Sociais Digitais. Portanto, crie:

Google: Marketing para farmácia
  1. Uma ficha no Google Meu Negócio (SEO local);
  2. Ao menos uma rede social/mídia social;
  3. Canal direto de atendimento online (Redes Sociais, Delivery, WhatsApp).

Além disso, no início do marketing digital para farmácia, é preciso definir um objetivo ou meta. Contudo, é importante lembrar que as métricas não podem ser apenas algo do tipo: “vender mais”.

Você deve estabelecer uma meta específica e mensurável, por exemplo:

  • Quero cadastrar +50 novos clientes em meu sistema nos próximos 3 meses.
  • Desejo alcançar pelo menos 20 novos clientes de “X” região da cidade.
  • Quero que minha marca seja divulgada e conhecida em determinado ponto da cidade.
  • Desejo vender 50 unidades de determinado produto por mês/semana/ano.

Marketing digital para farmácias nas Redes Sociais

Em primeiro lugar, não se mistura o pessoal com o profissional. Portanto, vai lá nossa primeira dica (que certamente pode valer como regra): As Redes Sociais para farmácia não devem ter ligação alguma com seu o seu perfil pessoal.

Além disso, o perfil da farmácia (seja do Facebook ou Instagram) precisa ser interessante. Os seguidores (neste caso, os clientes) tendem a perder a atração por perfis que não apresentem mensagens dinâmicas e de qualidade.

Separamos abaixo algumas dicas para que desenvolva as Redes Sociais de sua farmácia.

  • Faça um planejamento dos temas que irá abordar;
  • Publique regularmente nos perfis de Redes Sociais – o indicado é realizar, no mínimo, duas publicações semanais;
  • Pegue “carona” nas temáticas e assuntos do momento;
  • Responda todos os comentários e mensagens – sejam eles negativos ou positivos;
  • Realize o monitoramento e faça a manutenção da página.
  • Estude marketing digital para farmácias! Baixe aqui um e-book grátis sobre o tema.

Depois de despertar o interesse dos seus consumidores na internet, é hora de vender! Estimular o consumo com promoções, combos e descontos nos produtos, por exemplo.

É preciso combinar as ferramentas na hora de criar sua campanha nas Redes Sociais. Acredite: só o bom atendimento e um recheado encarte de promoções não bastam mais. A união entre o marketing digital (online) e o marketing físico (off-line) garantem relacionamento fiel com o cliente e sucesso nas ações promocionais em farmácia.

E-mail marketing para farmácia

As informações de vendas na loja física e o consumo de materiais digitais publicados por sua farmácia, são indicativos importantes para o trabalho do marketing farmacêutico.

Produtos mais vendidos; dados dos clientes cadastrados (e-mail); materiais baixados; etc. facilitam a identificação do perfil do seu público e abrem uma gama de possibilidades.

Dentre essa gama está o E-mail Marketing para farmácia, bastante utilizado na divulgação de ofertas relevantes para os clientes.

Por exemplo, se alguém compra medicamentos relacionados ao ciclo menstrual, faz sentido enviar alguns e-mails com conteúdo relacionado e ofertas de anticoncepcionais.

Mas minha lista de clientes é gigante! Como faço para enviar e-mail marketing a todos?

Atualmente, existem fluxos de automação (ferramentas de criação de e-mails automatizados e campanhas de e-mail para serem enviados aos clientes) que permitem o disparo desse recurso de forma prática e automática.

Ah, é importante que sua farmácia tenha um webmail profissional, como o que a MyPharma oferece às farmácias (veja aqui modelo). Ter um e-mail profissional (exemplo: joao@farmaciadojoao.com.br) pode aumentar em até 9x as taxas de abertura na sua estratégia de marketing digital por e-mail.

Confira abaixo dicas para a criação de um bom E-mail Marketing.

1. Criatividade nas ofertas

Use e abuse da criatividade nas ofertas.

Você pode, por exemplo, criar uma Landing Page para a divulgar a aferição gratuita de pressão, informações de saúde interessantes ou ainda enviar uma promoção de produtos de cuidados com a pele, depois de uma semana de sol e calor intenso.

A ideia aqui é INOVAR, com lançamento de ofertas de todos os tipos, para todos os gostos.

Lembre-se de conferir o calendário promocional e criar e-mails ainda mais segmentados, de acordo com o período sazonal.

O mais importante é entender e realizar o envio segmentado, de acordo com os interesses dos diferentes clientes. E-mails Marketing que não interessam o consumidor são “chatos”, cansam e não causam boa impressão. Portanto, muito cuidado nessa hora!

2. Capriche no título dos seus e-mails

Diariamente as pessoas recebem muitas mensagens e acredite: certamente, elas não leem tudo o que recebem. Então, o que determinará se as pessoas lerão o seu e-mail ou não é o título.

Lembre-se: ele é quem dirá se o conteúdo vale a pena e é interessante… ou não!

3. Atenção ao layout do e-mail marketing

Indiferente do formato que você escolha (Formulário; Anúncio; Promoção; Informativo; Landing Page), é muito importante que o E-mail Marketing seja esteticamente bonito, claro e atraente.

Já se deparou com uma imagem tão poluída e incompreensível, que causou confusão em sua mente só de olhar? Pois é! Isso JAMAIS deve acontecer em suas peças e campanhas de E-mail Marketing.

Para facilitar, então, vamos à prática! Preparamos um modelo de e-mail ideal para que você observe e promova o marketing digital para farmácia em seu estabelecimento, utilizando essa ferramenta.

Preencha o formulário e faça o download gratuito agora mesmo!

4. Tenha uma boa lista de contatos

Se sua farmácia deseja criar um banco de dados com e-mails dos consumidores, deixe em evidência um local onde os interessados possam se inscrever para receber as campanhas e conteúdos. Além disso, na hora de registrar uma compra, faça um mini cadastro e incentive os clientes a registrarem seus dados através de cartões-fidelidade ou desconto e brindes.

Lembre-se: é preciso atualizar sua lista constantemente, buscar novos endereços de e-mail e diagnosticar quais dos antigos contatos continuam ativos.

Marketing digital para drogarias e farmácias: otimização das buscas no Google

Ser encontrado no Google por clientes em potencial é MUITO importante. Para isso, existe o SEO local.

SEO significa “Search engine optimization”. No bom Português, “otimização para mecanismos de busca“.

SEO local“, é a otimização para as buscas LOCAIS. Ou seja, para seu estabelecimento/site ficar melhor posicionado em pesquisas do Google que ocorrem na sua cidade.

Para trabalhar o SEO local no Google existem basicamente duas formas:

  1. Pagando por anúncios.
  2. Aparecendo “naturalmente” (organicamente) nos resultados abaixo dos anúncios.

Além disso, é possível trabalhar o ranqueamento de sua farmácia no Google através de um site próprio ou sem possuir um site.

1. Com site: Se a sua farmácia possui um site, saiba que as chances de internautas encontrarem todas as informações necessárias e persuasivas para se tornarem clientes aumenta em 80%. Procure fazer com que o seu site apresente qualidade para os usuários e um sistema amigável para as otimizações de SEO local. Isso se dá através da criação de um vasto conteúdo (falaremos abaixo sobre o Marketing de Conteúdo) e dos links recebidos de sites que também receberam muitos links e por isso são considerados relevantes.

2. Sem site: Sem uma plataforma online, ainda é possível ter certa visibilidade nos resultados de pesquisa do Google, no entanto, as chances de sucessos são mínimas. Para isso, sua empresa precisa ter um cadastro no Google Meu Negócio e assim aplicar metodologias de otimização para atrair clientes locais.

Exemplo de ficha no Google Meu Negócio da MyPharma

Marketing Digital para Farmácias - Google Meu Negócio

Marketing de conteúdo digital para farmácia

O Marketing de Conteúdo para farmácias, mais conhecido como “Inbound Marketing”, é uma técnica bastante eficaz que auxilia o ranqueamento da farmácia nas buscas realizadas por consumidores no Google.

Em suma, a ferramenta consiste na criação de conteúdo relevante/de interesse do público, por meio de textos e artigos.

Um bom conteúdo pode fidelizar e manter clientes, pois sana dúvidas, oferece conhecimento e quase sempre é também entretenimento para quem consome.

O público-alvo do Marketing de Conteúdo para farmácia é bastante diverso — idosos que compram medicamentos, atletas que buscam suplementação, mães e gestantes que amamentam, pais que procuram produtos para os filhos, mulheres em busca de dicas, por exemplo, etc. Por isso, é preciso entender bem quais são seus clientes (e possíveis futuros clientes) e mapear seus interesses.

Dica extra: Conteúdo sobre saúde e bem-estar é bastante buscado na internet. Seja para investigar um sintoma, encontrar uma nova dieta ou aprender a forma certa de se exercitar, as pessoas estão cada vez mais interessadas em informações e conhecimento. Portanto, invista nesses temas!

Quer começar a investir agora mesmo em Marketing digital farmacêutico?

Então sugerimos que leia também nosso artigo: ‘SEO Local’ – Esta Técnica pode Revolucionar Sua Farmácia.

Importante:

Não esqueça de verificar todas as regras para atuar com a farmácia online, fazer propaganda e divulgar preços de medicamentos nesse meio.


Hey!? Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus colegas, pois isso nos estimula a produzir conteúdos cada vez melhores:

Sobre a MyPharma

Plataforma de loja virtual para sua drogaria, farmácia, pet shop , loja de perfumaria ou de suplementação.

comercial@mypharma.net.br

Material Grátis:
FECHAR